domingo, 28 de setembro de 2008

Barulho da semana #04

Cut Copy - In Ghost Colours [2008]

Género: electronic/pop

Parecido com: Hot Chip, Midnight Juggernauts

myspace

crítica ao álbum

domingo, 21 de setembro de 2008

Barulho da semana #03

Kings of Leon - Only by the Night [2008]

Género: alternative rock/garage

Parecido com: The Strokes , Black Rebel Motorcycle Club

myspace

crítica ao álbum

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

As despedidas do Verão


Without giving anything away,
I can say it's by the sea.
It's a house that used to be the home of a friend of mine.
Without giving anything away,
you'll find ships inside of bottles,
and the garden's overgrown,
the house is white but the paint is coming off.
I didn't know if you wanted to,
when I came to pick you up.
You didn't even hesitate,
and now you and me are on our way.
I think I've brought everything we need,
don't look back,
don't think of the other places you should have been
it's a good thing that you came along with me.
Gold in the air of summer,
you'll shine like gold in the air of summer.

Kings of Convenience - Gold in the Air of Summer

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Peixe:Avião em concerto @ Theatro Circo

"Enquanto nadava, um peixe que assobiava bolhas e acordes pensou para si: “Como será o som fora de água? Só há uma maneira de saber… tenho de aprender a voar”. E assim nasceu o peixe : avião e a sua música. Aprender a voar, mesmo sem penas, através da imaginação. Fluir como nadar, mesmo na ausência de água, através do pensamento."

Bela descrição que encontrei no blog do Theatro Circo, relativo ao concerto que os Peixe:Avião.


Como já tinha ouvido o myspace e o primeiro ep, e gostei, decidi, neste Sábado que passou, ir a Braga ver do que eles eram capazes ao vivo. A jogar em casa e com o pequeno auditório esgotado, como há muito não via assim uma sala, tinham a vitória assegurada à partida.
A entrada em palco foi feita sem grandes "olás" e começaram a abrir com uma brilhante e portentosa música, "a espera é um arame", single de apresentação do seu primeiro álbum. Continuando o concerto, e sem uma devida apresentação, assim começaram a percorrer o seu novo álbum, que ainda não tinha saído para as lojas.
Na banda, e em particular no seu vocalista Ronaldo Fonseca, conseguimos descortinar logo uma forte influencia de Thom Yorke, líder e vocalista dos Radiohead. A influência é bastante positiva, e aliado à alma portuguesa que ele transpira nas suas canções só posso dizer que o resultado é muito agradável.
A sonoridade dos Peixe:Avião é caracterizada por rock experimental. Um facto relevante nesta banda é o de cantarem em português - já há algum tempo que não via uma boa banda a aparecer e a cantar na língua de Camões.
O concerto foi quase feito sem interrupções, até ao momento em que fizeram uma pausa para depois virem oferecer um encore. No encore foram repescar algumas musicas do primeiro ep. Aconteceu, então, o momento alto da noite, quando tocaram "Pontas Soltas".
O nervoso miudinho acompanhou a banda do inicio ao fim do concerto, se calhar porque estavam a iniciar a tournée e o auditório estava cheio. O nervosismo não lhes deixou fazer uma apresentação decente da banda no final, pois os membros foram depressa embora da sala, deixando Ronaldo um pouco encavacado. A banda ainda está um pouco verde, apesar de terem já um ano de existência, e ser o seu 25º concerto, salvo erro, ainda têm que batalhar um pedaço para chegarem a palcos ainda maiores. Há também a apontar a fraca qualidade do som na sala.
Em suma, um óptimo espectáculo que tive oportunidade de assistir e com intenções de repetir. Façam o favor de ouvir a nova promessa da música moderna portuguesa, Peixe:Avião.


Peixe:Avião - nortada + barbitúrica luz @ Theatro Circo

domingo, 14 de setembro de 2008

Barulho da semana #02

Benga - Diary of an Afro Warrior [2008]

Género: dubstep/electronic

Parecido com: Burial, Skream

myspace

crítica ao álbum

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Skins

Skins é uma serie inglesa que tenho andado a acompanhar e que me tem cativado o interesse. Basicamente trata-se de uma série que roda à volta da vida de um grupo de jovens ingleses de Bristol, com idades compreendidas entre os 16 e 19 anos, que estão a viver a sua adolescência intensamente. Cada episódio é centrado numa personagem, sendo abordados, de acordo com as personagens, vários temas como a sexualidade, distúrbios alimentares, drogas, religião e raça. O típico humor britânico também está lá presente.


Pode-se estabelecer o termo de comparação com os morangos com açúcar portugueses, só que, enquanto Skins consegue ser uma boa série e construtiva, o mesmo, a meu ver, já não se passa com a serie portuguesa. Para dar só um exemplo, enquanto os morangos com açúcar têm como convidados musicais os D'zrt, Skins levam para lá Crystal Castles.
A banda sonora também me chamou atenção, tendo como protagonistas Grizzly Bear, Yeah Yeah Yeahs, Feist, The Hives, Spiritualized, entre outros.



É uma serie bastante "levezinha" que aconselho vivamente a verem.
Já agora, Skins é o papel que eles usam para enrolar erva, portanto mortalhas.

domingo, 7 de setembro de 2008

Barulho da semana #01

Black Kids - Partie Traumatic [2008]

Género: indie rock/synth pop

Parecido com: Los Campesinos!, The Cribs

myspace

crítica ao álbum

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

InterRail - A minha experiência

Uma das maiores aventuras em toda a minha vida aconteceu nestas férias: InterRail. Foram 22 dias muito intensos, com inicio a 11 de Agosto e seu final a 1 de Setembro, na companhia de 3 amigos por terras desta Europa.
Nestes 22 dias pude visitar varias cidades/capitais europeias tais como Paris, Munique, Ljubljana, Zagreb, Belgrado, Budapeste, Bratislava, Viena, Praga, Amesterdão, San Sebastián. Já tinha feito algumas viagens, mas nenhuma com a dimensão e significado que se assemelhasse a esta.
Como em todas as viagens, e esta em particular, há sempre alguns receios como a segurança e a elevada carga física e psicológica nela inerente. Por esse mesmo motivo, era imprescindível uma boa dose de espírito de sacrifício e força de vontade para enfrentar todos os problemas que fossemos encontrar pelo caminho. Assim partimos todos para esta viagem, cheios de garra e força para "amarrar o touro pelos cornos".

A viagem foi muito enriquecedora. Todo um contacto com culturas totalmente distintas das nossas, diálogos inesperados, gente estranha, gente interessante, pessoas.
As bolhas nos pés de pouco serviram para nos tirar a atenção de um mundo todo a acontecer. Uma sede incessante de conhecer o máximo possível, enfrentar problemas e soluciona-los, e chegar ao fim do dia com a sensação de dever cumprido.
Nunca pensei que uma viagem pela Europa fosse tão intensa e gratificante... Fiquei rendido.
Descrever por palavras uma viagem assim é complicado, apenas aconselho, a quem tiver oportunidade, de a fazer pelo menos uma vez na vida.

As cidades visitadas:


Paris


Munique


Ljubljana


Zagreb


Belgrado


Budapeste


Bratislava


Viena


Praga


Amesterdão


San Sebastián

 
Barulho Esquisito © 2008. Powered by Blogger.