sábado, 31 de outubro de 2009

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Pelas escadas ou pela escada rolante?

Normalmente a esta pergunta surge rapidamente esta resposta: "Pela escada rolante". Porém, a equipa The Fun Theory tem surgido com propostas por forma a alterar os hábitos das pessoas, para melhor. Uma delas foi a questão do pouco uso das escadas, levando sempre ao congestionamento exagerado da escada rolante. Eis então a solução encontrada:

Fazer música para o futuro: High Places.

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Norah Jones, mais bela do que nunca.

A menina Norah Jones está prestes a lançar o seu 4º álbum de originais (17 de Novembro) - The Fall - que terá a função de conseguir inverter a tendência de decréscimo de qualidade dos seus álbuns, desde de o lançamento do magnífico Come Away With Me.
A produção vai ficar a cargo de Jacquire King, um dos responsáveis pelo enorme sucesso o ano passado de Only By The Night dos Kings of Leon, assim como alguns álbuns de Tom Waits. Este álbum contará também com a presença de Ryan Adams e do vocalista dos Okkervil River, Wiil Sheff. A banda será composta por músicos que, por exemplo, tocaram com Beck, Johnny Cash ou Tom Waits.


Alinhamento:
  1. "Chasing Pirates" (Norah Jones)
  2. "Even Though" (Norah Jones/Jesse Harris)
  3. "Light As a Feather" (Norah Jones/Ryan Adams)
  4. "Young Blood" (Norah Jones/Mike Martin)
  5. "I Wouldn’t Need You" (Norah Jones)
  6. "Waiting" (Norah Jones)
  7. "It’s Gonna Be" (Norah Jones)
  8. "You’ve Ruined Me" (Norah Jones)
  9. "Back to Manhattan" (Norah Jones)
  10. "Stuck" (Norah Jones/Will Sheff)
  11. "December" (Norah Jones)
  12. "Tell Yer Mama" (Norah Jones/Jesse Harris/Richard Julian)
  13. "Man of the Hour" (Norah Jones)



Norah Jones - Chasing Pirates

Isto não é a tua praia, Casablancas.


Poder minimal

Os The xx já estão a dar que falar. Aquele quase "tocar o silêncio" anda a seduzir muito boa gente. Confesso que achei bastante chato no inicio, mas depois tornou-se bem agradável e saboroso. Esta remix em modo dubstep está muito boa.

domingo, 25 de outubro de 2009

Os melhores barulhos dos 00s - Nacionais


10. Dead Combo - Quando a Alma Não é Pequena (Vol.2) [Dead & Company; 2006]




9. The Allstar Project - Your Reward…A Bullet [Rastilho Records; 2007]




8. The Vicious Five - Up On The Walls [Loop Recordings; 2005]




7. Mão Morta - Nus [Cobra Discos; 2004]




6. X-Wife - Side Effects [NorteSul; 2006]




5. The Legendary Tigerman - Masquerade [NorteSul; 2006]




4. Joel Xavier - Lusitano [JXP; 2001]





3. WrayGunn - Ecclesiastes 1.11 [NorteSul; 2004]

Se o mundo não tivesse a criado a música Pop provavelmente seria muito chato. À parte do seu projecto de one-man band, Paulo Furtado soube, com os WrayGunn, pegar na Pop pelo sítio certo. Foi do génio desse senhor que saíram das canções mais catchy desta década em Portugal, tais como "Soul City" ou "Drunk or Stoned", e que conseguiram uma boa "kilometragem" nas rádios portuguesas. Ecclesiastes veio dar uma nova lição de como conseguir um belo naipe de canções a passar na radio, sem que para isso se tenha de "azeitar". Parece que essa lição ainda não foi bem apreendida, mas o esforço dos WrayGunn valeu bem a pena.



2. Sean Riley & The Slowriders - Farewell [Som Livre; 2007]

Tim Buckley? Bruce Springsteen? The Doors? Sim, são uns senhores da música que marcaram o seu tempo. Mas não poderão uns portugueses fazer uma coisa do género saírem-se bem? Pensar o contrário é um disparate, ou não estamos a falar de um álbum que marcou esta década em Portugal.
Tudo isto é velho, já explorado por inúmeras bandas, mas Sean Riley & The Slowriders souberam pegar na fórmula, explorá-la, modificá-la, e fazer um excelente álbum.
"Let Them Good Times Roll", "Moving On", "Lights Out" fazem o regozijo dos deuses. Canções de amor para qualquer altura do ano.



1. Linda Martini - Olhos de Mongol [Naked; 2006]

Estamos no ano de 2006 e a música portuguesa encontra-se em estado vegetativo. Está tudo descrente da qualidade dos músicos portugueses, e a música tende para o abismo. Eis então que surgem os Linda Martini, qual D. Sebastião no seu cavalo, que volta a dar esperanças à música.
Apesar de o álbum ter sido lançado em 2006, no ano anterior foi lançada uma primeira demo de 4 músicas no qual estava incluída a melhor faixa ate agora por eles feita: "Este Mar". Neste Ep era já visível o enorme talento dos Linda Martini.
O pós-rock foi a arma escolhida pelos Linda Martini, quando este ainda era muito pouco explorado em Portugal, pelo que nos anos que se seguiram veio a tornar-se numa espécie de "moda", com o nascimento de algumas bandas do género.

Olhos de Mongol é composto por 9 faixas, sendo que "Amor Combate" foi repescada do primeiro Ep, e todas elas são cantadas na língua de Camões. Meio álbum rock urgente com outra metade mais ambiente e introspectiva. Como referências para este álbum podem-se apontar as de Sonic Youth, God is an Astronaut ou Explosions in The Sky.
"Sinto a cabeça a cair" é o preparar da cama do álbum, para a primeira explosão do álbum em "Cronógrafo" a faixa mais radio-friendly do álbum. Em "Partir Para Ficar" é utilizado um sample da "FMI" de José Mário Branco, onde se começa a respirar alguma portugalidade.
Na trilogia "O amor é não haver polícia", "Amor combate" e "A severa" é-nos contada uma história de amor. Na primeira parte o encanto, a descoberta da pessoa e o querer prolongar aquele amor até ao máximo; depois o amor entra em conflito, acabando por morrer de tanto combate; no final são as recordações, de um tempo que já vai longe, de vivências que perduram na memória.

É um disco sobre a perda, saudade, conflito, disputa, sofrimento, amor, violência, tristeza... Com ele Linda Martini tornaram-se um fenómeno de popularidade na comunidade indie sem precedentes. O futuro é-lhes risonho, e é certo que não se devem ficar por esta década.

Boas fadistas

Estava eu esta semana a olhar para um outdoor a anunciar um concerto, num casino qualquer, da senhora Mafalda Arnauth quando me fez pensar: será que para se ser fadista actualmente, para além de boa voz, tem que se ser gira e boa nas horas? É que, tirando a Mariza, há actualmente um leque de fadistas que dão muito que pensar. Desde logo: Carminho, Mafalda Arnauth, Ana Moura e Raquel Tavares. É o quarteto maravilha das boas formas femininas.
Já se está a vislumbrar um possível comentário aquando da passagem de um casal com uma filha pequena gira: "Olha, esta ou vai ser modelo ou fadista".

Carminho.


Mafalda Arnauth.


Raquel Tavares.


Ana Moura.

2010 já começa a ter uma boa lista

Ainda na senda das confirmações para 2010, os Yeasayer também vão lançar o seu segundo álbum, que vai dar pelo nome de Odd Blood, a 9 de Fevereiro. Quem não se lembra disto? Foi só das melhores músicas do ano de 2007, e que veio mostrar ao mundo uma banda com enorme potencial. A aguardar com bastante expectativa.

Alinhamento:

01 "The Children"
02 "Ambling Alp"
03 "Madder Red"
04 "I Remember"
05 "O.N.E."
06 "Love Me Girl"
07 "Rome"
08 "Strange Reunions"
09 "Mondegreen"
10 "Grizelda"

Amostra:



Este concerto em Madison tem bastantes músicas do novo álbum, pelo que só é necessário ver o resto no youtube.

Barulho da Semana #60


Kings of Convenience - Declaration of Dependence [2009]

Género: Pop/Acoustic
Origem: Noruega
Parecido com: Simon & Garfunkel, José Gonzalez, Feist
Faixas em destaque: 24-25, Mrs Cold, Rule My World, Second To Numb

myspace

review

sábado, 24 de outubro de 2009

A ver se não desilude

Vampire Weekend foram responsáveis por um dos melhores álbuns de 2008, e para o início do próximo ano, 12 de Janeiro, têm previsto a lançamento do segundo álbum intitulado Contra. O seu som reflecte muito as notórias influências africanas, som que encaixou que nem uma luva nos ouvidos de muito boa gente. Contudo, esta fórmula não deverá resultar uma segunda vez, pelo que deve ser esperada alguma "revolução" na sua sonoridade, caso contrário ficam no caixote de "bandas de um só álbum". Pelas amostras que têm vindo a público parece que, em principio, não irão desiludir.

Alinhamento:

01 Horchata
02 White Sky
03 Holiday
04 California English
05 Taxi Cab
06 Run
07 Cousins
08 Giving Up the Gun
09 Diplomat's Son
10 I Think Ur a Contra

Amostras:


Durante o vídeo aparece uma menina. É essa a capa horrível deste álbum.


Até o Cristiano Ronaldo se riu

- in Inimigo Público de ontem

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Beach House preparam novo álbum!

O terceiro álbum de originais está previsto para ser lançado 26 de Janeiro de 2010 e dará pelo nome de Teen Dream. O engenheiro e produtor será Chris Coady, responsável por álbuns de bandas como Yeah Yeah Yeahs, TV on the Radio ou Grizzly Bear. Para acompanhar o CD/LP vai ser feito um DVD que irá conter um vídeo para cada faixa do álbum, cada um produzido por pessoas diferentes. O alinhamento será o seguinte:

01 Zebra
02 Silver Soul
03 Norway
04 Walk in the Park
05 Used to Be
06 Lover of Mine
07 Better Times
08 10 Mile Stereo
09 Real Love
10 Take Care

Arte com moscas mortas

Arte com areia


Excerto do programa Ídolos na Ucrânia, no qual uma menina desenha com areia uma história acerca da tragédia dos habitantes na URSS durante a Segunda Guerra Mundial. Tocante, no mínimo.

domingo, 18 de outubro de 2009

Barulho da Semana #59


The Flaming Lips - Embryonic [2009]

Género: Rock/Psychedelic/Experimental
Origem: E.U.A.
Parecido com: Mercury Rev, Beck
Faixas em destaque: Convinced Of The Hex, See The Leaves, Powerless, The Ego's Last Stand, I Can Be A Frog, Silver Trembling Hands

myspace

review

sábado, 17 de outubro de 2009

Banda interessante

Depois da noticia da separação dos Vicious Five, Joaquim Albergaria não tardou a apresentar a sua nova banda: são os PAUS e apresentam na sua constituição Joaquim Albergaria , antigo vocalista dos Vicious Five, Hélio Morais (If Lucy Fell, Linda Martini); Makoto (Riding Pânico, If Lucy Fell) e Shela (If Lucy Fell).
Sendo músicos já com provas dadas e que se revelaram bastante talentosos, só posso espero coisa boa. Para já disponibilizaram uma demo no myspace na qual se pode prever uma sonoridade instrumental, um pouco ao estilo de uns Battles. É de salientar que esta banda irá ter 2 baterista, Hélio Morais e Joaquim albergaria.
O primeiro concerto será no Passos Manuel a 30 deste mês.

Notícias Strokianas

É de todos sabido que o hiato dos Strokes teima em não acabar, e enquanto a reunião não acontece alguns músicos iniciam as suas carreiras a solo. Desta feita tratam-se de Nikolai e Casablancas, baixista e vocalista da banda respectivamente.

Casablancas faz a sua incursão pelo mundo pop, matéria que revela dominar, pois a amostra do álbum parece-me muito boa. Por entre hinos pop e outras baladas, Casablancas espera conquistar publico novo para os Strokes.
Na última faixa da amostra dei por a mim a pensar que estava a ouvir Rufus Wainwright. A voz é realmente parecida...
O álbum, que irá sair a 2 de Novembro, irá ter apenas 8 músicas, pelo que as faixas deverão ser extensas, numa média de 5 minutos cada:

01 "Out of the Blue"
02 "Left & Right in the Dark"
03 "11th Dimension"
04 "4 Chords of the Apocalypse"
05 "Ludlow St."
06 "River of Brakelights"
07 "Glass"
08 "Tourist"





Quanto a Nikolai Fraiture, que assina como Nickle Eye, apresenta um registo também bem diferente dos Strokes. Por caminhos folk, Nikolai traça as suas coordenadas, e dando uso dos seus dotes vocais, faz algo que não foge muito de uns actuais Calexico ou Okkervil River. O álbum já saiu e intitula-se por The Time of Assassins.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

AVISO DA GERÊNCIA


Este blog vai sofrer nos próximos tempos, e mais notoriamente à semana, uma redução na sua actividade derivado ao facto de o último ano do meu curso ser bastante trabalhoso!
Os conteúdos vão aparecer, como reviews e balanços anuais, mas a actualização não vai ser tão intensa e em cima do acontecimento.

Atenciosamente,
Anfilófio

terça-feira, 13 de outubro de 2009

A música do ano

E com a participação especial de Victoria Legrand.


domingo, 11 de outubro de 2009

É pena terem acabado. Era daqueles concertos que gostava mesmo de ter visto.


He lives in a house, a very big house in the country
Watching afternoon repeats and the food he eats in the country
He takes all manner of pills and piles up analyst bills in the country
Oh, it's like an animal farm lot's of rural charm in the country

Blur - Country House

Barulho da Semana #58


Air - Love 2 [2009]

Género: Electronic/Chillout
Origem: França
Parecido com: Zero 7, Röyksopp, Télépopmusik
Faixas em destaque: Do The Joy, So Light Is Her Footfall, Tropical Disease, Sing Sang Sung

myspace

review

sábado, 10 de outubro de 2009

Vem aí um novo instrumento musical

Dá pelo nome de Eigenharp e tem sido desenvolvido ao longo dos últimos 8 anos pela Eigenlabs do empresário británico John Lambert. É já aclamado como "o mais revolucionário instrumento musical dos últimos 60 anos", e terá fortes valências principalmente nas actuações ao vivo, pois este instrumento possui uma vasta panóplia de sons muito desejáveis para improvisações em palcos.
A sua comercialização está prevista para Dezembro, com valores que se apontam para os 4300€ no modelo completo Eigenharp Alpha e para a versão miniatura, Eigenharp Pico, 380€. Mais pormenores aqui.



sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Vem aí um novo Ep dos Animal Collective

Não satisfeitos com o estrondoso sucesso do Merriweather Post Pavilion, está previsto para o próximo mês o lançamento digital e para Dezembro deste ano em CD/vinyl um novo Ep intitulado Fall Be Kind. Neste álbum está incluído o primeiro sample oficial dos Grateful Dead em "What Would I Want? Sky", com elementos da música "Unbroken Chain" incluída no álbum From the Mars Hotel. Pelas amostras que têm sido publicadas dá para antever um Ep mais experimental e atmosférico que o MPP.
Alinhamento previsto e respectiva capa:
  1. "Graze"
  2. "What Would I Want? Sky"
  3. "Bleed"
  4. "On a Highway"
  5. "I Think I Can"

What?

  • Barack Obama - prémio Nobel da Paz 2009.

E as listas já começaram a sair...

Depois da Pitchfork, a Uncut não se deixa ficar atrás e lança também a sua lista para os melhores álbuns dos '00s. Eis aqui o top 20:

20 Amy Winehouse - Back to Black
19 Bruce Springsteen - The Rising
18 Kate Bush - Aerial
17 The White Stripes - Elephant
16 LCD Soundsystem - Sound of Silver
15 Radiohead - In Rainbows
14 Primal Scream - XTRMNTR
13 Gillian Welch - Time (The Revelator)
12 Portishead - Third
11 The Flaming Lips - Yoshimi Battles The Pink Robots
10 Fleet Foxes - Fleet Foxes
09 Ryan Adams - Heartbreaker
08 Bob Dylan - Modern Times
07 Arcade Fire - Funeral
06 Robert Plant and Alison Krauss - Raising Sand
05 The Strokes - Is This It
04 Brian Wilson - Smile
03 Wilco - A Ghost is Born
02 Bob Dylan - 'Love and Theft'
01 The White Stripes - White Blood Cells

De notar a ausência de Animal Collective no top 20, uma das bandas mais marcantes desta década. The White Stripes foram muito bem distinguidos com dois álbuns, sendo que um deles foi o álbum da decada. Devem estar certamente muito orgulhosos.

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Impróprio para cardíacos

Com um vídeo baseado num imaginário cinematográfico Saw, Converge apresentam o seu primeiro single do seu 7º trabalho de originais: Axe to Fall. Para se ouvir a abanar a cabeça.


Vídeo com pinta



Este brilhante vídeo foi realizado por Keith Schofield.

domingo, 4 de outubro de 2009

Barulho da Semana #57


Jay Reatard - Watch Me Fall [2009]

Género: Pop/Punk/Garage
Origem: E.U.A.
Parecido com: Guided by Voices, Black Lips, King Khan & The Shrines
Faixas em destaque: It Ain't Gonna Save Me, Can't Do It Anymore, Faking It, There Is No Sun

myspace

review

sábado, 3 de outubro de 2009

Verdadeiros compositores



Um curioso cidadão brasileiro, depois de ver uma fotografia de uns pássaros empoleirados em fios de electricidade, achou interessante a disposição dos mesmos, como que formando notas e fazendo parte de uma partitura. Foi então que pôs mãos à obra e, com as notas que conseguiu ver, compôs. Para mais detalhes ver esta notícia.

A não perder esta semana

Para ler

Há uns artigos bem interessantes no site da pitchfork acerca do que se fez em termos de indie, noise e pop nesta decada. Também tem lá as listas da década e outros extras.

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

E ontem ouviu-se isto no aquecimento do concerto dos Fuck Buttons

E enquanto se divertem a andar à pancada, a vida não para, e lançam assim o seu 4º single do muito bom álbum de 2009 - 200 Million Thousand.
Drogas, ET's e muito rock & roll, um possível lema para estes artistas:

 
Barulho Esquisito © 2008. Powered by Blogger.